Carlos André de Castro Peres, Francisco Carlos de Castro Peres, Denise Alves da Silva, Ariana Alves da Silva e Shayane Alves da Silva foram presos por fornecerem drogas a bocas de fumo localizadas no bairro Parque Dez de Novembro, zona Centro-Sul da capital amazonense.

Segundo informações de uma equipe do 23 Distrito Integrado de Polícia (DIP), um dos presos se apresentou como pai de santo e possuía um caderno com ‘trabalhos’ de encantamento contra a polícia.

“Ele afirmou ser pai de santo, o que não há nenhum problema, porém dentro dos materiais pertencentes a eles, nós encontramos um caderno de encantamentos, ao lado de um deles, estava o nome polícia e a palavra doença, então nós acreditamos que pode se tratar de encantamento contra as forças policias”, afirmou o titular do 23 DIP.

A prisão foi efetuada após denúncias anônimas terem relatado ver uma quantidade significativa de drogas na posse do quinteto.

“A droga foi encontrada dentro de um piso falso, os traficantes quebraram o chão, cavaram um buraco, guardaram a droga no interior desse buraco e colocaram a cerâmica solta por cima e os investigadores conseguiram notar que ali fazia um barulho estranho, quando levantaram a cerâmica, encontraram a arma e parte dessa droga”, explicou o delegado Edgar Moura.

Foram apreendidas uma arma de fogo, munições, drogas dos tipo skunk e maconha, além de uma motocicleta e balança de precisão. O grupo foi preso e deve responder pelos crimes de associação ao tráfico, tráfico de drogas majorado, por conta do uso da arma de fogo e corrupção de menores.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 + doze =