A Prefeitura de João Pessoa deu início na manhã desta sexta-feira (1º) a uma série de atividades alusivas ao Outubro Rosa, que tem o objetivo de sensibilizar a população feminina da capital para a prevenção e diagnóstico do câncer de mama e câncer de colo de útero.

Durante o mês, serão realizados Pedal, Mutirão de Atendimentos, lançamento de livro, corrida, além da realização de atividades nas Policlínicas, Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e Unidades de Saúde da Família (USF).

A abertura da campanha Tudo Rosa da prefeitura aconteceu no Hospital Municipal Santa Isabel, no bairro de Tambiá. A instituição passou a ser referência no atendimento de mastologia neste ano.

“O dia de hoje tem importância grande por simbolizar esta luta, mas a nossa intenção era criar uma cidade rosa, com olhar permanente de cuidado para a mulher. Nossa missão é despertar nas pessoas a consciência da importância da medicina preventiva no intuito de reduzir o risco de um possível câncer à vida”, afirmou o prefeito Cícero Lucena.

O secretário de Saúde, Fábio Rocha, destacou a importância da retomada desses serviços prejudicados pela pandemia.

“A gente está marcando o dia de hoje como uma homenagem à saúde da mulher. Nada como incentivar a prevenção do câncer de mama, que é o tipo mais frequente na mulher, para fazermos o rastreamento, diagnóstico e tratamento precoce para evitar desperdício de vidas e financeiro com diagnóstico atrasado”, disse.

Ao longo do mês, a Secretaria Municipal de Saúde disponibilizará dentro da rede pública a realização de exames de mamografia para mulheres residentes em João Pessoa com idade entre 40 e 70 anos. A prefeitura conta também com o Programa Municipal Permanente de Atenção à Saúde da Mulher durante todo ano, que vai ofertar:

Centro de referência em mastologia composta por equipes de seis mastologistas com atendimento de consultas e cirurgias; ultrassonografistas com dedicação exclusiva e qualificada ao diagnóstico por imagem da mama e realização de 500 exames mensais; mastologistas com experiência em procedimentos intervencionistas guiados por imagens, realizando biopsias percutâneas de agulha fina (PAAF) e por agulha grossa (Core), com oferta de 60 procedimentos intervencionistas mensais; e o Centro de Referência em Ginecologia com cinco ginecologistas que realizam cerca de mil consultas mensais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 × um =