Conhecido por abrigar dezenas de espécies de animais silvestres, o Parque Zoobotânico Arruda Câmara também oferece uma grande variedade de plantas nos seus mais de 40 hectares da Mata Atlântica preservada. Outra boa opção para os visitantes é conhecer o Orquidário e Bromeliário Professor Lauro Xavier.

O espaço, que passou por uma modernização na gestão do prefeito Cícero Lucena, chama a atenção pela beleza das flores cultivadas nele. São exemplares belíssimos da flora, como orquídeas, com destaque para algumas espécies – Halaenopsis, Denphal, Dendrobium, Grapette e Dama da Noite.

“Contamos com 12 espécies diferentes e estamos para receber mais. Todas muito bonitas e algumas com um diferencial, como a Grapette e a Dama da Noite, que possuem cheiro. Vale destacar que, de uma maneira geral, as orquídeas não possuem cheiro”, explicou o chefe da Divisão de Herbário e Orquidário, Thiago Oliveira.

O local foi montado com as melhores condições para o cultivo das flores, já que as orquídeas requerem um cuidado especial em relação às condições físicas e climáticas para a sua floração que, na maioria das espécies, só acontece uma vez por ano.

“Noventa por cento das orquídeas são epífitas, ou seja, crescem sobre os troncos das árvores. O local onde ela cresce diz muito sobre o cuidado dela. Se não for crescer numa árvore, ela precisa estar num local bem sombreado, não pegando o sol diretamente. A orquídea gosta de umidade, mas não em excesso. Então são vários cuidados que temos que ter”, explicou Thiago.

Além das orquídeas, o espaço conta com mais de 10 espécies de bromélias. Dentre elas, destaque para a Gusmânia, Cruenta, Babosa e Burle Marx.

“Estamos para receber mais exemplares de orquídeas e bromélias e pretendemos replicar isso no restante do Parque. Um das nossas propostas é reintroduzir essas espécies nativas na Mata Atlântica, que é o ambiente onde estamos”, concluiu O chefe da Divisão de Herbário e Orquidário.

O Orquidário e Bromeliário estão abertos para visitação do público as quartas, sextas, sábados e domingos pela manhã, das 8h às 12h, e no turno da tarde, das 13h às 16h.

 

PARAIBA.COM.BR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro + 7 =