Uma grande operação foi realizada nesta quinta-feira (2) em Pombal, no sertão paraibano. A ação foi realizada em conjunto com as polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros.

A Operação ‘Antiplano’ teve o objetivo de reprimir e desestruturar uma organização criminosa que era responsável por vários homicídios e comércio ilegal de drogas no município e região. De acordo com a polícia, o grupo era comandado de dentro de um presídio em João Pessoa, local de onde eram dadas as ordens para a atuação da facção criminosa.

Cerca de 10 pessoas foram presas, nove homens e uma mulher. Na operação foram apreendidas drogas, três armas, balança de precisão, dinheiro usado no crime e celulares.

Chefe da quadrilha foi morto em operação anterior

Uma outra operação foi realizada no dia 12 de agosto de 2021, para cumprir o mandado de prisão de Raimundo Nonato da Costa, do mesmo grupo. “Coroa Nonato”, como era conhecido, foi morto no confronto com os policiais. Ele foi acusado de chefiar a quadrilha. Outro indivíduo conseguiu escapar durante a mesma operação. Drogas, celulares e armas foram apreendidos no local.

Com Nonato foi encontrado um aparelho celular, que após autorização judicial teve seu conteúdo acessado e extraído pela polícia judiciária, o que auxiliou nas investigações.

De acordo com informações da Polícia Civil, na facção criminosa existia uma divisão de tarefas, com liderança, subchefias, vendedores de drogas e o grupo armado para a execução dos crimes determinados pelo comando. Cada um tinha uma função definida na organização.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro × 2 =