Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) vai ajudar o Brasil a comprar sedativos e outras drogas para intubar pacientes no país, que estão em baixo estoque, disse a entidade nesta segunda-feira (22).

Jarbas Barbosa, diretor-assistente da entidade, disse que a Opas (que representa a Organização Mundial da Saúde no continente) já procura fornecedores do “kit intubação” de quem o Brasil poderia comprar, usando fundos da própria Opas.

“Sabendo da dificuldade do país, nós já estamos procurando fornecimento alternativo com produtores internacionais”, disse Barbosa.

Médicos e entidades da saúde estão em alerta para uma potencial crise de desabastecimento desses remédios, que são cruciais no combate contra a Covid-19 em todas as regiões do Brasil.

No início deste ano, farmacêuticos que trabalham em hospitais paulistas passaram a relatar ao Conselho Regional de Farmácia (CRF-SP) que estoques de alguns medicamentos cruciais no tratamento de pacientes graves com Covid-19 estavam ficando em nível perigosamente baixo.

De acordo com a agência Reuters, o governo brasileiro também instruiu seus embaixadores a procurar fornecedores dos medicamentos.

Entre os remédios, estão o midazolam, o propofol e o fentanil, que são usados para sedar os pacientes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezoito − 3 =