Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

A Unimed João Pessoa afirmou, por meio de nota nesta terça-feira (25), que a sua rede hospitalar teve um acréscimo significativo na procura por consultas no mês de janeiro deste ano. O esclarecimento acontece após o aumento de casos de contaminações pela variante Ômicron do coronavírus e do vírus influenza (H3N2), o que, em tese, tem provocado uma maior demanda por atendimento.

Na nota, a Unimed-JP esclarece que as suas unidades na capital paraibana registram uma média de 1.800 mil atendimentos diários. Somente em janeiro, já são 13.650 mil consultas de telemedicina, um aumento de 800%. Para reforçar o atendimento, a Unimed informou que abriu o Drive-Thru da Saúde – serviço adicional para testes de Covid-19, mais equipes nos postos de atendimento presencial e também disponibiliza a teleconsulta.

 

“A velocidade do surto é superior ao tempo necessário para os devidos ajustes. No entanto, estamos realizando um trabalho contínuo para ampliar o atendimento de cerca de 220 mil pessoas pelas quais somos responsáveis”, diz a Unimed JP em trecho da nota.

Confira o comunicado da Unimed:

Estamos vivendo um momento delicado, em que um surto epidêmico veio se somar a uma pandemia que se arrasta há cerca de dois anos. 

A velocidade do surto é superior ao tempo necessário para os devidos ajustes. No entanto, estamos realizando um trabalho contínuo para ampliar o atendimento de cerca de 220 mil pessoas pelas quais somos responsáveis. 

Para se ter um noção da quantidade crescente de atendimentos, em uma semana saltamos de 200 para 1.800 atendimentos diários. Só em janeiro de 2022, já foram registradas 13.650 consultas pela telemedicina, serviço estruturado pela Unimed JP. 

Diante deste contexto, a Cooperativa disponibilizou um serviço adicional para testes de covid-19, o Drive-Thru da Saúde, aumentou os postos de atendimento presencial e disponibilizou a teleconsulta, para atender da melhor forma possível todos os que procuram pelos nossos serviços. 

O modelo da teleconsulta é integrado à plataforma de monitorização e regulação. Por meio dele, é possível monitorar os pacientes e encaminhá-los aos hospitais quando necessário com leito já regulado. A integração das informações é o caminho mais seguro e eficaz para melhorar o desfecho clínico integrado à linha de cuidados. 

Se faz necessária também uma reflexão de todos que compõem os sistemas de saúde e demais instituições sobre a excepcionalidade do surto epidêmico e pandemia para que possamos superar esse contexto de forma solidária e acolhedora. 

Por fim, a Unimed João Pessoa reitera o seu compromisso de monitorar, ajustar e ampliar seus serviços para, mais uma vez, atender a todos que necessitam de assistência neste contexto imponderável da pandemia.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

10 − dois =