As finais do surfe na Olimpíada de Tóquio serão antecipadas em um dia para evitar um tufão que atingirá a costa do Japão. A previsão do tempo afetará o calendário das provas, de disputa do ouro e do bronze, programadas para acontecer na manhã do dia 28 (noite do dia 27 no Brasil).

O fenômeno meterológico pode mudar o tempo e o mar, assim, a programação da terça (27), que envolvia disputas das quartas e semifinais, devem acontecer junto com a final. A mudança no calendário foi confirmada pelo COI (Comitê Olímpico Internacional), nesta manhã.

Os representantes brasileiros Gabriel Medina e Italo Ferreira vão disputar as quartas de final por volta de 19h30 desta terça ( horário de Brasília). Se passarem, vão à semifinal por volta de 23h40. A final deve acontecer no Brasil depois das 2h da manhã de quarta.

Na última segunda-feira, a mudança climática já mudou as condições para as baterias das oitavas de final do surfe olímpico masculino. As ondas maiores favoreceram os brasileiros, que garantiram a vaga na próxima fase.

Já no feminino, as ondas não favoreceram tanto. Ainda assim, a brasileira Silvana Lima também se garantiu nas quartas, enquanto Tatiana Weston-Webb foi derrotada por Amuro Tsuzuki, do Japão, e deu adeus às Olimpíadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

7 + dezessete =