A Petrobras anunciou nesta 2ª feira (29.mar.2021) a demissão do gerente executivo de Recursos Humanos, Claudio Costa. Eis a íntegra (20 KB).

De acordo com o comunicado, o desligamento foi sem justa causa. Ele é um dos aliados do presidente da empresa, Roberto Castello Branco, que está de saída do cargo.

Segundo a revista Crusué, Cláudio da Costa saiu sob suspeita de negociar ações da empresa quando soube que Jair Bolsonaro decidiu demitir Roberto Castello Branco.O movimento permitiu ganhos para operadores do mercado.

Pedro Brancante, chefe do gabinete da presidência, ocupará o cargo interinamente até a indicação de novo executivo.

Castello Branco deve ficar no cargo até 12 de abril. O governo também indicou os nomes para assumir o Conselho da Petrobras.

Segundo a revista Crusué, Cláudio da Costa saiu sob suspeita de negociar ações da empresa quando soube que Jair Bolsonaro decidiu demitir Roberto Castello Branco.O movimento permitiu ganhos para operadores do mercado.

Pedro Brancante, chefe do gabinete da presidência, ocupará o cargo interinamente até a indicação de novo executivo.

Castello Branco deve ficar no cargo até 12 de abril. O governo também indicou os nomes para assumir o Conselho da Petrobras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

10 + três =