Na sabatina desta quarta-feira, Kassio Marques “deve marcar posição crítica à Lava Jato”, diz o Estadão.

Ele não teria sido escolhido por Jair Bolsonaro se não fosse assim. Ele não teria o voto de Renan Calheiros, dos tucanos e do PT se não fosse assim.

Kassio Marques consolida a união entre Jair Bolsonaro e Lula contra Sergio Moro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro × cinco =