O balanço da Petrobras divulgado na quarta-feira (24) colocou a estatal de volta no centro dos debates. Com lucro recorde de quase R$ 60 bilhões no segundo semestre de 2020, a Petrobras passou a ocupar o primeiro lugar no ranking de maior lucro líquido entre empresas de capital aberto.

O resultado impressionante da gestão Castello Branco, somado à fala do presidente Jair Bolsonaro de que as estatais precisam se preocupar com o “social”, fez os investidores ficarem mais uma vez pessimistas, e os papéis da estatal voltaram a cair na quinta-feira (25) levando junto o Ibovespa.

Neste episódio, ouça como os recados disparados pelo ainda presidente da Petrobras Roberto Castello Branco estão sendo interpretados pelos economistas, e como a apresentação dos resultados da estatal mexeu com o mercado.

Ouça também sobre a PEC Emergencial, que teve sua votação adiada para semana que vem. A discordância que paira ao redor da PEC não para de crescer, com parte dos especialistas defendendo uma desidratação da proposta e outros apontando o fatiamento da PEC como “perverso”.

Seguindo a rodada dos balanços, a Ambev divulgou ontem seus lucros no quarto trimestre de 2020 e no fechado do ano. Os resultados, apesar de sólidos, confundiram alguns analistas.

Na agenda do dia, o IBGE divulga os resultados da PNAD Contínua, que mostrará a taxa de desemprego de dezembro a mediana dos analistas reunidos pela LCA aponta numa taxa de 13,9% ante 14,1% apresentado em dezembro. A fundação Getulio Vargas também vai soltar os dados da sondagem do setor de serviços e da indústria.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 × três =