repercussão das polêmicas nas quais se envolveu após o término com Duda Reis. O funkeiro fez um vídeo no Instagram e uma série de stories, relembrando as acusações que foram feitas contra ele por Duda e outras ex-namoradas, envolvendo casos de violência doméstica, estupro e envolvimento com o crime.

No começo do mês, ele chegou a ir até a Delegacia da Mulher para prestar depoimento no inquérito que investiga as agressões físicas e psicológicas do cantor às ex-companheiras.

“Queria pedir uma coisa para vocês, porque não estou aguentando mais. Queria pedir um pouquinho mais de amor, de carinho de vocês porque não sei até onde eu vou aguentar, tá ligado? Pedir ajuda à minha família, aos meus amigos, porque estou passando um momento muito difícil onde muitas pessoas estão me julgando. E não sei o que vai acontecer comigo. Eu quero pedir ajuda. Por favor, me ajudem. Eu não estou aguentando mais. Estou sendo acusado de várias coisas pesadas. Não quero que vocês acreditem em mim, não estou me vitimizando”.

“Mas eu queria só que vocês esperassem a justiça, a polícia que estudou muito para ser polícia, para fazer perícia, tudo que eles fazem. Eles vieram na minha casa, pegaram tudo, estão levantando tudo. O juiz não é bobo. Então, por favor, se vocês quiserem me julgar, podem me julgar, mas deixa o juiz dar a palavra final. Deixa a polícia apurar tudo direitinho, todas as acusações. Eu estou muito triste, magoado, não sei até onde eu vou aguentar, muitos amigos se afastaram de mim. Só quero um pouquinho de carinho de vocês. Só me dá um pouquinho de amor, de carinho, por favor. Não se afastem de mim, não, eu não aguento mais”, admitiu.

“Estou sofrendo muito. As pessoas estão falando que sou um monstro. Eu já errei e quero aprender, mas não sou isso tudo que estão falando. A minha família está destruída. A minha avó, a minha mãe está chorando. Não tá tendo show, não está tendo nada para ganhar dinheiro, estou tendo que gastar dinheiro com um monte de coisa, com advogado. Eu não sou isso, eu construí minha carreira com tanto amor e tanta dificuldade”, afirmou aos prantos.

“Tive a oportunidade para entrar pro tráfico, para ser bandido. Já perdi muito amigo por ser bandido. Essa é uma parada que se fosse na comunidade, se falasse que estuprou, a pessoa ia morrer. É uma parada muito séria. Só preciso de um pouquinho de amor e carinho. De abraço. As mulheres estão me chamando de homem escroto, de nojento. Eu não sou isso. Queria mostrar para vocês quem eu sou, parece vocês saberem da verdade”.

Em uma sequência nos stories, Nego mostrou o momento em que estava no carro e um grupo em uma limousine passou ao seu lado, acenando, e uma das mulheres disse “ele estava batendo na mulher, mas está bom”. O funkeiro disse que já ouviu ser chamado de “macho escroto” e foi embora para casa chorando.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

sete + dezesseis =