Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Pessoas não vacinadas contra Covid-19 ou com ciclo de imunização incompleto são mais vulneráveis e “podem evoluir para casos graves e óbitos” da doença Esse é o alerta do secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, que frisou, nesta segunda-feira 910), a importância da vacinação para a proteção de todos.

“Infelizmente, alguns que não estejam vacinados ou que não completaram os seus ciclos vacinais da Covid-19 são as pessoas mais vulneráveis e podem evoluir para casos graves e óbitos, infelizmente por conta da teimosia de não se vacinar e não obedecer ao cronograma vacinal”, revelou, em conversa com o ClickPB.

De acordo com Geraldo Medeiros, já se nota um aumento de casos confirmados diariamente na Paraíba e isso é considerado um reflexo da circulação da Ômicron no estado. O primeiro caso foi divulgado na semana passada. No entanto, a paciente, uma jovem de 31 anos com histórico de viagem a São Paulo, teve os sintomas em dezembro.

Por conta da instabilidade do sistema, que vem desde a ação de hackers no sistema do Ministério da Saúde, não há registro atualizado da vacinação no Estado. O último dado é do ano passado em que 94,14% da população acima dos 18 anos tomou a primeira dos e 79,69% completaram com a segunda dose.

Além da vacinação, a orientação é que mantenha os cuidados preventivos como o uso de máscara – estudam mostram que protegem contra doenças, principalmente neste momento de pandemia de Covid-19 e epidemia de H3N2 no Brasil – e outros como higienização das mãos e distanciamento físico.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezesseis + quatro =