Líder do governo na Câmara, o deputado Ricardo Barros rebateu as críticas relacionadas à aprovação do orçamento de 2021 e afirmou que não há risco de Jair Bolsonaro incorrer em crime de responsabilidade

Em entrevista à CNN, Barros disse nesta sexta-feira que a oposição está fazendo “terrorismo puro“. 

Se existe algum ponto na peça orçamentária apresentada pelo Congresso Nacional que precise ser corrigido, será corrigido antes da sanção ou será vetado pelo presidente o trecho que não está de acordo com a legislação. É evidente que nós não caminharemos para a irresponsabilidade fiscal, todos podem ficar absolutamente tranquilos.” 

Como temos mostrado, para aumentar as emendas parlamentares no orçamento deste ano, o Congresso fez várias manobras contábeis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

nove + 3 =