Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto
Uma mulher transexual foi agredida, em Uberlândia, interior de Minas Gerais, na última quarta-feira, 20. Luara Silva, presidente da Associação Triângulo Trans, estava fazendo um trabalho social no Bairro de Custódio Pereira quando um carro com cinco pessoas, inclusive uma mulher, se aproximou. Na ocasião, o homem que estava no banco do passageiro desceu do carro e a derrubou no chão. Com O Dia

A agressão aconteceu no viaduto da BR-050 com a Avenida Floriano Peixoto e foi filmado pelo próprio motorista do carro, enquanto os outros passageiros davam risada da cena. O homem ainda não foi identificado.

Em entrevista à TV Integração, Luara afirmou que está bem fisicamente, mas abalada psicologicamente. Ela relatou que estava fazendo um trabalho social com pessoas que fazem programa nas madrugadas, que realiza há anos, quando o agressor desceu do carro e a questionou “quanto era o programa”, antes de a agredir com uma rasteira.

Segundo Luara, na noite anterior, garotas de programa também foram atacadas com ovos por passageiros de um outro veículo.

A Polícia Civil informou que a denúncia foi encaminhada para prosseguimento pela Delegacia Adjunta ao Juizado Especial Criminal de Uberlândia e que, até o momento, ninguém foi preso.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

seis + 2 =