Uma vítima de suposto estupro compareceu à Delegacia de Atendimento à Mulher, em João Pessoa, e relatou que também foi vítima de José Alex, que está preso por suspeita da morte da criança Anielle Teixeira, de 11 anos. Ela foi encontrada morta na madrugada da última quarta-feira (8), em uma mata no bairro de Miramar.

A vítima, que preferiu não se identificar, relatou que foi abordada na saída do local onde trabalha, na Orla de João Pessoa, ao lado do namorado, e ambos foram rendidos supostamente por Alex, que dizia está em posse de arma de fogo.

Ainda segundo a vítima, ele levou ambos até a faixa de arreia, as amarrou e praticou o ato sexual contra ela. Em seguida, Alex saiu supostamente correndo. Eles conseguiram pedir ajuda e procuraram a Polícia. O crime aconteceu no mês de agosto do ano passado.

“Nós já vínhamos fazendo diligencias, tínhamos em mente que era uma outra pessoa, mas quando apresentamos as imagens, as vítimas negaram que tinha sido ele. Novamente apresentamos outras imagens, dessa vez de José Alex, e eles reconheceram. Ela ouviu e assistiu os vídeos divulgados pela imprensa e reconheceu a voz. Estamos agora em contato com o diretor do presídio para dá prosseguimento ao interrogatório”, disse a delegada Amindonzele Carneiro.

Outras vítimas
É a segunda vítima de estupro que foi até a delegacia apontar José Alex como autor nos respectivos crimes, após a exibição de sua foto nos meios de comunicação. A Polícia Civil apontou que está investigando criteriosamente todos os casos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezessete − quinze =