Uma mulher foi detida suspeita de matar o próprio marido com um tiro na cabeça, no início da manhã desta quinta-feira (20), em Gramame, João Pessoa. O homem teria sido morto com a própria arma, um revólver calibre 38, sem registro.

De acordo com informações do sargento Augusto, que está no local, a mulher contou que vinha sendo ameaçada e que era agredida constantemente pelo homem. O policial contou que ela apresentava diversos hematomas pelo corpo.

“Matei porque não aguentava mais ser espancada por ele”, a mulher disse ao sargento ao chegar no local da ocorrência.

A suspeita é filha de um policial militar que está no interior da residência aguardando a perícia. De acordo com o sargento Augusto, a arma é possivelmente clandestina, pois está sem registro. Duas balas foram deflagradas, mas não se sabe se os dois tiros atingiram a vítima, já aparentemente apenas um ferimento foi detectado na região da cabeça. A Perícia vai elucidar as características do crime.

O homem seria dono de um depósito de gás no bairro de Mangabeira. Não há informação se o casal tinha filhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

16 + 6 =