Após os sucessivos aumentos no preço da gasolina, o patamar de economia para quem roda no Gás Natural Veicular (GNV) chega a 45% em João Pessoa e 41% em Campina Grande.  A competitividade leva em conta a relação do valor do combustível, desempenho médio do veículo e distância percorrida com a gasolina e o gás natural.

Segundo dados do aplicativo “Preço da Hora” dessa quarta-feira  (10), o preço médio do m3 do GNV pode ser encontrado a R$ 3,38, enquanto o da gasolina, após os últimos reajustes repassados para o consumidor, é de R$ 5,00. Já em Campina Grande o valor médio do GNV é R$ 3,85, enquanto a gasolina chega a R$ 5,30.

Neste contexto comparativo realizado pela gerência de mercado automotivo da PBGás, a economia para quem roda em média 100 km por dia, no GNV,  chega a R$ 633,00 em João Pessoa e R$ 610,00 em Campina ao mês no comparativo com a gasolina.

O diretor-presidente da PBGás, Jailson Galvão, ressaltou que a economia do GNV em comparação com a gasolina é muito significativa, principalmente para quem roda muito com o carro como taxistas, motoristas de aplicativo e representantes comerciais em um contexto de dificuldade econômica por que passa o país.  “Acreditamos na continuidade da recuperação do segmento GNV na Paraíba e estamos estudando novas formas de incentivos para os consumidores, o que significará uma maior renda para quem trabalha com o carro e para toda cadeia do gás natural”, comentou.

O gerente de Mercado Automotivo da PBGás, Alairson Gonçalves Filho, destacou que historicamente o GNV é mais econômico que a gasolina e o etanol. O GNV ao longo do tempo,  assim como é hoje, sempre foi mais barato que os demais combustíveis líquidos. “Imagine se você tivesse economizado nos últimos 20 anos aproximadamente 40% dos gastos com todo combustível que abasteceu, seria um bom dinheiro. Quem roda com GNV sabe disso e se mantém do lado da economia”, explicou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezoito + dois =