Conhecido pelas “molecagens” nas redes sociais, especialmente durante o início da pandemia do novo coronavírus, o sogro do humorista Tirullipa, Francisco Lemos, morreu neste sábado (13). Ele estava internado desde o dia 15 de fevereiro em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) logo após ser vítima de Acidente Vascular Cerebral (AVC). O idoso também estava com pneumonia, de acordo com Tirullipa.

Tirullipa postou uma homenagem ao seu sogro nas redes sociais.

“A morte não é nada.
Eu somente passei
para o outro lado do Caminho.

Eu sou eu, vocês são vocês.
O que eu era para vocês,
eu continuarei sendo.

Me dêem o nome
que vocês sempre me deram,
falem comigo
como vocês sempre fizeram.

Vocês continuam vivendo
no mundo das criaturas,
eu estou vivendo
no mundo do Criador.

Não utilizem um tom solene
ou triste, continuem a rir
daquilo que nos fazia rir juntos.

Rezem, sorriam, pensem em mim.
Rezem por mim.

Que meu nome seja pronunciado
como sempre foi,
sem ênfase de nenhum tipo.
Sem nenhum traço de sombra
ou tristeza.

A vida significa tudo
o que ela sempre significou,
o fio não foi cortado.
Porque eu estaria fora
de seus pensamentos,
agora que estou apenas fora
de suas vistas?

Eu não estou longe,
apenas estou
do outro lado do Caminho…

Você que aí ficou, siga em frente,
a vida continua, linda e bela
como sempre foi.” (Santo Agostinho)

uma dor inexplicável no meu peito me ajuda senhor Jesus

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

7 + quatro =