Morreu na manhã deste sábado (14), o médico paraibano Carlos Alberto de Oliveira Andrade, fundador do grupo automobilístico Caoa, aos 77 anos. A informação foi confirmada por meio de nota pela assessoria do grupo.

“Dr Carlos estava com a saúde debilitada por conta de um tratamento de saúde e faleceu durante o sono ao lado de sua esposa e filhos”, afirmou a diretoria do grupo Caoa em nota.

Ainda segundo a empresa, o grupo continuará a ser gerido pelos atuais executivos. O velório acontecerá neste sábado no Cemitério do Morumbi, em São Paulo, a partir das 14h30, seguido do sepultamento às 17h30.

Sobre
Formado em Medicina pela Universidade Federal de Pernambuco, o paraibano era conhecido como bom negociador. Vindo de uma família de 17 irmãos, trabalhava como cirurgião quando comprou, em 1979, um Ford Landau em uma concessionária da marca em Campina Grande. A revenda quebrou, e Caoa a comprou barato, como forma de compensar a perda do dinheiro pago pelo carro. Fundou ali a Caoa, com a fama do doutor que fazia qualquer negócio.

Caoa aceitava como pagamento de carros usados a terrenos e cabeças de gado, passando por estoques de tijolos. Às vezes, perdia dinheiro, mas o importante era fechar o negócio, segundo o perfil oficial do empresário.

A fama fez com que compradores viessem de toda a região, até mesmo de João Pessoa e Natal. Não demorou para que a Ford oferecesse a ele a principal concessionária do Recife e, pouco tempo depois, algumas de São Paulo. Em menos de seis anos, Caoa se tornou o maior revendedor Ford do Brasil.

Nos últimos anos, ele atraiu para o portfólio do Caoa marcas como Ford, Hyundai, Caoa Chery e Subaru.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezoito − 9 =