O cantor e ator Rolando Boldrin morreu na tarde desta quarta-feira (9/11), aos 86 anos, em São Paulo. A morte foi confirmada pela assessoria de imprensa do artista para a TV Cultura, que não divulgou o motivo do falecimento.

Boldrin estava no ar semanalmente no programa Sr. Brasil, da TV Cultura, que apresentou por 17 anos. Nascido em São Joaquim da Barra, interior de São Paulo, ele começou a trabalhar na extinta TV Tupi em 1958.

Aos 12 anos, iniciou na música com o seu irmão, formando a dupla Boy e Formiga, que era bem sucedida na rádio do município em que moravam.

Ele também esteve no cinema, com os filmes Doramundo (1978), O Tronco (1999) e O Filme da Minha Vida (2017). Em novelas, Boldrin apareceu em O Direito de Nascer, Roda de Fogo, Cara a Cara e Os Imigrantes.

DOCUMENTÁRIO SOBRE ROLANDO BOLDRIN

Em maio deste ano, a TV Cultura homenageou o ator pelos seus 85 anos de vida com a exibição do documentário Eu, A Viola e Deus, dirigido por João Batista de Andrade.

A produção acompanha a história do artista na música e nas artes cênicas, desde sua infância. Nomes como Patricia Boldrin, Rosa Maria Boldrin e Adilson Boldrin, esposa, irmã e sobrinho do apresentador, respectivamente, aparecem na produção.

PALAVRAPB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 × cinco =