Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) — O engenheiro Masayuki Uemura, criador dos consoles Super Nintendo e NES, o famoso Nintendinho, morreu aos 78 anos na segunda-feira (6).

A informação sobre a morte, no entanto, foi divulgada apenas nesta quinta (9), em nota do Centro de Estudos de Videogames da Universidade Ritsumeikan, em Kyoto, onde ele era professor. A causa da morte não foi divulgada.

“Ele foi um dos gênios por trás de algumas de nossas melhores memórias de jogos”, definiu o canal japonês Archipel, especializado em documentários sobre a cultura do Japão.

O desenvolvedor do Super Nintendo foi um estudioso pioneiro dos games.
Uemura começou a sua trajetória profissional na Nintendo em 1972 e era conhecido por ser o idealizador do sistema de games que ficou conhecido como Nintendo Entertainment System, lançado em 1983. O Super Nintendo foi lançado quase uma década mais tarde.

As criações de Uemura (Imagem: Montagem/Wikimedia Commons/Canaltech)

“Se você teve um videogame nos anos 1990, é muito provável que deve horas de diversão ao trabalho desse senhor”, escreveu nas redes sociais um fã da empresa japonesa de jogos. “Mais um gênio que se vai”, disse outro.

O engenheiro foi também produtor de games esportivos e clássicos como Mario Bros. Ficou na Nintendo até 2004, quando se aposentou. Mas seguiu atuando como conselheiro, pesquisador e professor.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

doze − 4 =