Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Como registramos mais cedo, Sergio Moro foi ao Twitter comentar a informação da Folha de que o advogado Antonio Cláudio Mariz de Oliveira (foto) é contra o projeto do ex-juiz e pré-candidato ao Planalto de reformar a Justiça.

Na postagem, Moro citou uma declaração do advogado naquele jantar em homenagem a Lula em dezembro do ano passado, organizado pelo “clube dos advogados pela impunidade”, como escreveu o pré-candidato ao Planalto.

A reação de lulistas e garantistas — não necessariamente nessa ordem — foi imediata, claro.

Moro, então, deu um chega para lá na turma e se colocou à disposição para debater com Lula, a qualquer hora.

“Vejo que o clube dos advogados pela impunidade quer debater. Desculpem, mas este é um clube do qual não quero participar. Mas debato com o chefe de vocês, o Lula, a qualquer hora, sobre o mensalão e o petrolão”, escreveu na rede social o ex-juiz que mandou prender o petista no âmbito da Lava Jato.

O ANTAGONISTA ›

 

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

três × 1 =