Em conversa por telefone com uma de suas filhas, registrada no último dia 9 de junho, Milton Ribeiro falou que recebeu uma ligação do presidente Jair Bolsonaro (PL) dizendo temer ser alcançado pela investigação da Polícia Federal contra o ex-ministro da Educação. Informações foram publicadas na tarde desta sexta-feira (24) pelo G1.

“Hoje, o presidente me ligou. Ele está com um pressentimento, novamente, que eles [policiais] podem querer atingi-lo através de mim, sabe? É que eu tenho mandado versículos pra ele, né?”, disse Ribeiro na ligação.

Sua filha perguntou: “Ele quer que você pare de mandar mensagens?”. Milton respondeu: “Não! Não é isso. Ele acha que vão fazer uma busca e apreensão. Em casa, sabe… é… é muito triste. Bom, isso pode acontecer, né? Se houver indícios”, completou o ex-gestor.

Pouco após a menção ao presidente, conforme a transcrição do áudio, a filha alerta ao pai que está ligando para ele do telefone pessoal. “Tô te ligando no celular normal, viu, pai?”. Ribeiro, então, dá sinais de querer encerrar conversa. “Ah, é? Ah, então, depois a gente se fala, tá?”.

Contudo, antes de encerrar, de fato, o contato telefônico, ambos voltam a comentar sobre Bolsonaro. “Pressentimento… ele falava em pressentimento e tal…”, refletiu Ribeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

onze + sete =