Apenas metade dos deputados federais estreantes em 2018 e que se candidataram ao mesmo cargo conseguiu a reeleição em 2022, aponta levantamento inédito feito pela plataforma Ranking dos Políticos  — veja a lista completa abaixo.

De acordo com a pesquisa, dentre os 72 novatos que tentaram novo mandato na Câmara dos Deputados, apenas 36 tiveram êxito. Por outro lado, quase sete em cada dez parlamentares que já tinham dois ou mais mandatos conquistaram a reeleição.

Dentre os nomes que ficaram de fora, estão os de ex-bolsonaristas, como Joice Hasselmann (PSDB-SP),  Junior Bozzella (União-SP) — ex-presidente do PSL no estado — e Luís Miranda (Republicanos-SP), que na CPI da Pandemia que revelou “pressões atípicas” para a compra de vacinas Covaxin no Ministério da Saúde.

Entre aliados de Bolsonaro, não conseguiram se reeleger figuras como Bibo Nunes (PL-RS) — que será suplente — e Coronel Tadeu (PL-SP).

Para o diretor-geral do Ranking dos Políticos, Gláucio Dias, a diferença no desempenho de candidatos novatos e antigos se deu por fatores como menor acesso ao fundo eleitoral pelos estreantes e pela diminuição do voto bolsonarista verificado na eleição passada.

“No caso do fundão, o recurso tendeu a se concentrar na mão dos caciques e vimos que não houve a repetição da onda Bolsonaro e do espírito de renovação de 2018, que levou muitos novatos para a Câmara”, diz Dias.

“O resultado se deve, ainda, ao sucesso de puxadores de votos de partidos do Centrão, que levaram várias cadeiras nessa eleição e, por fim, à maior habilidade dos experientes para fazer o jogo do orçamento, que rende muitos votos”, completa o diretor-geral do Ranking dos Políticos.

Além dos 72 novatos que disputaram reeleição, outros sete deputados federais de primeira viagem optaram por disputar outros cargos públicos: Vinicius Poit (Novo-SP), Paulo Ganime (Novo-RJ) e Mara Rocha (MDB-AC) concorreram aos governos de São Paulo, Rio de Janeiro e Acre, respectivamente. Tiago Mitraud (Novo-MG) se candidatou a vice-presidente na chapa de Felipe D’Ávila e Daniel Silveira (PTB-RJ) e Aline Sleutjes (Pros-PR) optaram pelo Senado. Nenhum foi eleito.

Veja o desempenho dos novatos de 2018 na eleição atual:

SÃO PAULO
Adriana Ventura (Novo) – reeleita
Marco Bertaiolli (PSD) – reeleito
Kim Kataguiri – (União) – reeleito
Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PL) – reeleito
Capitão Derrite (PL) – reeleito
Carla Zambelli (PL) – reeleita
Tabata Amaral (PSB) – reeleita
Sâmia Bomfim (PSOL) – reeleita
Alexis Fonteyne (Novo) – não reeleito
Joice Hasselmann (PSDB) – não reeleita
General Peternelli ​(União) – não reeleito
Coronel Tadeu (PL) – não reeleito
Junior Bozzella (União) – não reeleito
Katia Sastre (PL) – não reeleita
Vinicius Poit (Novo/SP) – candidato ao governo de SP – não eleito

RIO DE JANEIRO
Luiz Lima (PL) – reeleito
Chris Tonietto (PL) – reeleita
Carlos Jordy (PL) – reeleito
Helio Lopes (PL) – reeleito
Luiz Antônio Teixeira Jr. (PP) – reeleito
Juninho do Pneu (União) – reeleito
Marcelo Calero (PSD) – não reeleito
Gurgel – (PL) – não reeleito
Márcio Labre (PL) não reeleito
Major Fabiana (PL) – não reeleito
Ricardo da Karol (PDT) – não reeleito
Delegado Antônio Furtado (União) – não reeleito
David Miranda – (PDT) – desistiu da reeleição
Paulo Ganime (Novo) – candidato ao governo do RJ – não eleito
Daniel Silveira (PTB) – candidato ao Senado – não eleito

MINAS GERAIS
Junio Amaral (PL) – reeleito
Delegado Marcelo Freitas (União) – reeleito
Greyce Elias (Avante) – reeleita
André Janones (Avante) – reeleito
Lucas Gonzalez – (Novo) – não reeleito
Alê Silva (Republicanos) – não reeleita
Áurea Carolina (PSOL) – desistiu da reeleição
Tiago Mitraud (Novo) – candidato a vice-presidente – não eleito

ESPÍRITO SANTO
Felipe Rigoni (União) – não reeleito
Soraya Manato (PTB) – não reeleita

CEARÁ
Heitor Freire (União) – não reeleito
Capitão Wagner (União) – candidato ao governo – não eleito

 

BAHIA
Pastor Sargento Isidório (Avante) – reeleito
Dayane Pimentel (União) – não reeleita
Igor Kannário (União) – reeleito

RIO GRANDE DO NORTE
General Girão (PL) – reeleito
Carla Dickson (União) – não reeleita

PERNAMBUCO
Túlio Gadêlha (Rede) – reeleito

ALAGOAS
Tereza Nelma (PSD) – não reeleita

SANTA CATARINA
Gilson Marques (Novo) – reeleito
Daniel Freitas (PL) – reeleito
Caroline de Toni (PL) – reeleita
Rodrigo Coelho (Podemos) – não reeleito
Coronel Armando ​(PL) – não reeleito

RIO GRANDE DO SUL
Lucas Redecker (PSDB) – reeleito
Daniel Trzeciak (PSDB) – reeleito
Marcel van Hattem (Novo) – reeleito
Pedro Westphalen (PP) – reeleito
Sanderson (PL) – reeleito
Fernanda Melchionna (Psol) – reeleita
Bibo Nunes (PL) – não reeleito
Liziane Bayer – (Republicanos) – 1ª suplente de senador – eleita

PARANÁ
Sargento Fahur (PSD) – reeleito
Luisa Canziani (PSD) – reeleita
Aline Sleutjes – (Pros) – candidata ao Senado – não eleita

GOIÁS
Vitor Hugo (PL) – candidato ao governo – não eleito

MATO GROSSO
Nelson Barbudo (PL) – não reeleito

MATO GROSSO DO SUL

Loester Trutis (PL) – não reeleito

DISTRITO FEDERAL
Paula Belmonte (Cidadania) – não reeleita
Luis Miranda, trocou de domicílio para SP (Republicanos) – não reeleito

AMAZONAS
Capitão Alberto Neto (PL) – reeleito
Delegado Pablo (União) – não reeleito

ACRE
Mara Rocha (MDB) – candida ao governo do AC – não eleita

PARÁ
Júnior Ferrari (PSD) – reeleito

RONDÔNIA
Coronel Chrisóstomo (PL) – reeleito

RORAIMA

Joenia Wapichana (Rede) – não reeleita

TOCANTINS

Osires Damaso (PSC) – não reeleito

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

18 + sete =