Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

A Prefeitura de João Pessoa avança na vacinação contra a Covid-19 e após receber a primeira dose muitas pessoas vêm relatando reações adversas leves, como febre, dor de cabeça, calafrio, fadiga e dor no local onde foi aplicada a vacina. No entanto, esses incômodos são comuns e não devem ser obstáculo para a imunização.

De acordo com o médico Felipe Proenço, professor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e integrante do Comitê Covid João Pessoa, essas reações após a imunização são comuns e acontecem, porque as vacinas acionam o sistema imunológico.

“As reações são comprovadamente leves e os estudos apontam que 98% das pessoas já estão livre em três dias, por isso não é preciso procurar o hospital. A orientação é que, em caso de dor de cabeça ou febre, usem os medicamentos disponíveis em casa”, explicou o doutor Felipe Proenço.

No entanto, ele disse que é necessário observar os sintomas. “É preciso ficar atento e caso esses sintomas sejam persistentes, como febre e dor de cabeça que não aliviam com a medicação, dormência nas pernas e braços, aí é preciso procurar o médico”, ressaltou.

Vacinas disponíveis – As vacinas disponíveis são a Coronavac, AstraZeneca e Pfizer, que começou a ser aplicada nesta quinta-feira (6). Atualmente estão sendo imunizadas na Capital pessoas com idade de 40 anos com comorbidade, além de trabalhadores de saúde com 30 anos ou mais, pessoas com 50 anos ou mais com deficiência, além de grávidas e puérperas.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

treze − 5 =