O Antagonista apurou que Marcos Pontes soube há um mês que o Instituto Butantan havia desenvolvido uma vacina 100% nacional.

Ao informar Jair Bolsonaro, o ministro da Ciência e Tecnologia reclamou do colega da Economia, Paulo Guedes.

Pontes afirmou que pediu em dezembro R$ 200 milhões para desenvolver um imunizante igual, mas Guedes não podia liberar o dinheiro, pois não havia previsão orçamentária.

Em meio à pandemia que já matou mais de 300 mil brasileiros, o ex-astronauta comemorou no fim de fevereiro ter lançado um satélite 100% nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

onze − quatro =