A Operação Carro-Pipa, do governo federal, que tem como objetivo promover o abastecimento de água potável para o consumo humano na região do Nordeste e no Norte de Minas Gerais, está suspensa desde o dia 16 de novembro. A informação foi confirmada pelo Exército Brasileiro, responsável pela execução da Operação. Na Paraíba, cerca de 272.990 pessoas podem ser afetadas com a ausência da ação.

O Programa Emergencial de Distribuição de Água (Operação Carro-Pipa) foi implementado há mais de 20 anos, por intermédio de uma cooperação técnica e financeira mútua entre os Ministérios do Desenvolvimento Regional (MDR) e da Defesa.

Os recursos disponibilizados pelo MDR até o momento, de acordo com o Exército Brasileiro, permitiram a execução da Operação na sua plenitude até o dia 16 de novembro. O Exército Brasileiro informou ainda que aguarda nova descentralização de recursos para que seja retomada a distribuição rotineira de água.

Em nota, o MDR declarou que, “para assegurar a continuidade da Operação Carro Pipa a Junta de Execução Orçamentária (JEO) aprovou, na última segunda-feira (21), a liberação de crédito suplementar ao Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR)”. Aolém disso, o ministério destacou que o recurso só deve ser disponibilizado pelo Tesouro Nacional na próxima semana.

Segundo a planilha do Exército, 272.990 paraibanos têm direito ao abastecimento, em 159 municípios, e podem ser afetados com a suspensão.

Conforme o Ministério do Desenvolvimento Regional, a necessidade de recursos adicionais já havia sido formalmente comunicada ao Ministério da Economia e estava aguardando decisão da Junta de Execução Orçamentária.

G1Paraíba

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

três − um =