Bloco Principal 4

Lavar roupa é uma das maiores fontes de microplásticos: o que fazer para evitar?

Os microplásticos estão aparecendo em toda parte, dos topos de montanhas remotas até as profundas fossas oceânicas. Eles estão presentes em muitos mamíferos, incluindo os seres humanos.

Os microplásticos mais comuns no meio ambiente são as microfibras: fragmentos de plástico na forma de minúsculos cordões ou filamentos.

As microfibras vêm de diversas fontes, como as pontas de cigarro, cordas e redes de pesca. Mas a sua maior fonte são os tecidos sintéticos, de onde elas são constantemente expelidas.

Os tecidos expelem microfibras durante a sua fabricação, uso e descarte, mas especialmente durante a lavagem. Uma única lavagem na máquina pode liberar milhões de microfibras.

Muitos fatores afetam a quantidade de fibras liberadas, como o tipo de tecido, a ação mecânica, os detergentes, a temperatura e a duração do ciclo de lavagem.

Minha pesquisa concentra-se em ecologia litorânea e poluição das águas. Ela inclui os pântanos e estuários de Nova York e Nova Jersey, nos Estados Unidos, fortemente afetados pelas atividades humanas.

Existem alguns pontos a se considerar sobre a necessidade de reduzir a poluição pelos microplásticos liberados pela sua máquina de lavar.

Os microplásticos mais comuns no meio ambiente são as microfibras — Foto: Getty Images via BBC

Os microplásticos mais comuns no meio ambiente são as microfibras — Foto: Getty Images via BBC

Do tecido para a água e o solo

 

Depois de liberadas pelas roupas na máquina de lavar, as microfibras entram no fluxo do esgoto, que geralmente leva a uma estação de tratamento de águas residuais. E as instalações de tratamento avançadas conseguem retirar até 99% das microfibras da água.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
slot gacor hari ini
situs slot luar negeri