A Polícia Federal de Curitiba recebeu autorização da Justiça para caracterizar uma Lamborghini modelo Gallardo LP 560-4 como uma viatura ostensiva. O carro, avaliado em R$ 800 mil, foi apreendido no âmbito da Operação Daemon, deflagrada em julho de 2021, que apurou possíveis fraudes praticadas por um grupo empresarial na negociação de criptoativos.

Equipado com motor de 10 cilindros e potência de 560 cv, o veículo vai de zero a 100 km/h em 3,7 segundos, podendo alcançar a velocidade máxima de 325 km/h.

Apesar da potência, o veículo não será utilizado nas ações rotineiras da PF como viatura comum, mas sim direcionado para exposições, eventos e ações pedagógicas de repressão ao crime organizado e descapitalização de bens das organizações criminosas.

A PF informou que o carro foi cedido pela Justiça Federal para a utilização provisória e será devolvido ao Poder Judiciário em breve, quando irá a leilão, com os recursos da venda sendo destinados aos prejudicados pelas ações dos investigados na Operação Daemon.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezessete + 4 =