A Justiça Militar deferiu buscas e prisões nesta quinta-feira (18) dentro do processo que apura o transporte de 39 kg de cocaína em um avião da FAB, do Brasil para a Espanha, em 2019. Segundo informações do Ministério Público, os alvos das prisões são de envolvidos no esquema de tráfico de entorpecentes: três militares e a mulher do sargento Manoel Silva Rodrigues, que foi preso em flagrante em 2019.

São eles: tenente-coronel Alexandre Augusto Piovesan; sargento Márcio Gonçalves de Almeida; sargento Jorge Luis da Cruz Silva; além de Wikelaine Nonato Rodrigues — a mulher do sargento.

Essas são as primeiras prisões do caso a partir das investigações após o flagrante de Manoel Rodrigues. A Polícia Federal prestou apoio à Força Aérea Brasileira para cumprir os mandados de prisão e de buscas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

três + vinte =