Segundo os relatórios da pasta, um dos cabos do equipamento – que fica a quase 2 mil metros de altura – quebrou e derrubou as duas em uma plataforma que ficava abaixo da estrutura.

A estrutura que se rompeu atrai vários turistas para a região. “Nenhuma delas sofreu ferimentos graves. É assustador imaginar o que poderia ter acontecido”, informou o jornal russo Komsomolskaya Pravda.

PROVIDÊNCIAS

Depois do incidente, uma investigação foi iniciada na área. Conforme as primeiras apurações do Ministério do Turismo, o balanço em Sulak “não cumpria os padrões de segurança“.

O conselho de Kazbekovsky exige agora que os balanços localizados à beira de penhascos sejam removidos, para garantir mais seguranças aos visitantes. O grupo também alerta para o perigo da atração no cânion de 1.920 metros de profundidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezessete + dois =