João Pessoa registrou 85.075 mil infrações de trânsito relacionadas, principalmente, ao excesso de velocidade, desrespeito às sinalizações, estacionamento em local não permitido e não uso de equipamentos obrigatórios. A informação é da Divisão de Tecnologia da Informação da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP).

“É um número expressivo e que nos preocupa. Pequenas mudanças no próprio comportamento fazem a diferença e evitam que infrações aconteçam novamente. Além de infringir o Código de Trânsito Brasileiro, põe em risco a vida de todos, levando-se em consideração que 59 pessoas morreram em acidentes de trânsito na nossa cidade no ano passado”, ressaltou o superintendente, George Morais.

Entre as cinco infrações mais recorrentes e flagradas pelos agentes de mobilidade, estão: transitar em velocidade superior a máxima permitida em até 20% (62.110), transitar em velocidade superior a máxima permitida em mais de 20% até 50% (9.702), avançar o sinal vermelho do semáforo (4.657), estacionar em local/horário proibido especificamente pela sinalização (4.379) e condutor sem cinto de segurança (4.227).

De acordo com Gilmara Branquinho, chefe de educação de trânsito da Semob-JP, uma das formas de melhorar o comportamento no trânsito é se colocando no lugar do outro. “Educação, respeito, gentileza e reciprocidade. O motorista tem um papel essencial neste cuidado, além de evitar infrações, ele contribui para segurança dele e de quem esteja transportando, além de zelar pela vida dos motociclistas, ciclistas, pedestres e demais integrantes do trânsito”, orienta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

10 + dezessete =