Bloco Principal 2Paraiba

João Pessoa lança Plano de Enfrentamento às Síndromes Respiratórias

Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Diretoria Municipal de Regulação e do Hospital Municipal do Valentina, referência no atendimento infanto juvenil, elaborou o Plano de Enfrentamento às Síndromes Gripais e Síndromes Respiratórias Aguda em Crianças. A medida é uma forma de reforço na assistência prestada pela Rede Municipal de Saúde com orientações aos serviços e ações que serão executadas.

“Todo ano, neste mesmo período, temos um aumento de casos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), principalmente em crianças. Então, em conjunto a Regulação e HMV, elaboramos o plano de ação para as execuções de estratégias para a prevenção às síndromes respiratórias, para curto, médio e longo prazo. Estamos comprometidos em ajudar da melhor forma possível, visando sempre a segurança dos pacientes e trabalhando firmemente na prevenção de doenças e assim barrar o crescimento de casos na Capital, principalmente no público infantil”, explica a diretora da Regulação Municipal, Gabriela Azevedo.

No ‘Plano Municipal para Síndrome Gripal e Síndrome Respiratória Aguda (SRAG) Infantil 2024’ é detalhado sobre quadros clínicos e formas de identificação das doenças, com especificações de acordo com o agente causador/tipo de vírus; formas de prevenção e cuidados com a saúde; recomendações para escolas e creches; dados epidemiológicos e forma correta de realizar a notificação e registro dos casos; orientações de tratamento e condução do caso de acordo com a gravidade do quadro; tipos de exame e muito mais.

Dados – Entre os meses de fevereiro e março, a cidade apresentou um aumento de mais de 200% nos casos de gripe em crianças. Na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro dos Bancários, em fevereiro foram atendidas 224 crianças por Síndrome Respiratória Aguda Grave, enquanto em março foram 815. A unidade do bairro de Manaíra registrou 316 atendimentos de crianças por síndrome gripal em fevereiro e 855 em março. Já nas unidades localizadas nos bairros de Valentina e Cruz das Armas, o aumento foi ainda maior. Na UPA Valentina a demanda aumentou de 440 casos atendidos em fevereiro para 1.185 em março, enquanto na UPA Cruz das Armas, os casos cresceram de 324 (fevereiro) para 1.129 (março).

No Hospital Municipal do Valentina (HMV), em fevereiro, foram registrados na Urgência 1589 casos de SRAG. Em março o número de atendimentos foi de 2.568. Também foi observado aumento no número de internações por síndrome respiratória quando em fevereiro precisaram ser internadas 59 crianças e, em março, 99.

Entre março e abril nas UPAs houve uma queda de cerca de 30% dos casos atendidos. No hospital infantil do Valentina também houve uma queda nos atendimentos da urgência, onde em março foram registrados 2.568 casos e, em abril, 1.996. As internações por SRAG também caíram 12%.

Atualmente a Capital está em situação de emergência por conta do aumento dos números de casos de gripe em crianças. A medida tem validade de 90 dias, contados a partir da data de publicação do decreto n°10.619.

PB Já

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
slot gacor hari ini
situs slot luar negeri