O governador da Paraíba João Azevêdo, em vídeo divulgado nas redes sociais, na noite dessa quarta-feira (3), rebateu as criticas que vem sofrendo a respeito de uma suposta falta de isonomia no fechamento de igreja e abertura de bares. O chefe do Executivo paraibano chamou de ‘leitura equivocada’ as criticas e apontou que os serviços de assistência continuam em funcionamento.

“‘Abriu os bares e deixou igrejas fechadas. Isso é uma leitura equivocada, não fechamos igrejas, que poderão fazer seus trabalhos de assistência social, receber fiéis individualmente, suporte psicológico. A única coisa que pedimos foi a suspensão temporária dos cultos, pois cria aglomeração e favorece a transmissão do vírus”, disse o chefe do Executivo paraibano.

Confira na íntegra:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quinze − 7 =