A edição de dois decretos com termos diferentes de restrições para a contenção da Covid-19 pelo Governo do Estado e pela prefeitura de João Pessoa gerou especulações de um eventual ruído entre o governador João Azevêdo (Cidadania) e o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP). João, contudo, descartou, qualquer estremecimento na relação com o prefeito.

“Não existe ruído nenhum. Essa é uma questão de discussão e compreensão técnica, que será discutida no fórum adequado”, comentou o governador.

As principais diferenças entre as normas restritivas dizem respeito ao funcionamento de bares, restaurantes e lanchonetes – que pelo decreto estadual só poderiam atender presencialmente até as 16h e que foram autorizados a funcionar pela prefeitura da capital até as 21h – e de academias de ginástica, com abertura proibida pelos próximos 15 dias pelo Estado e que foram autorizadas a funcionar nos dias úteis pela gestão municipal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

12 + três =