Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania) bateu o martelo e já definiu o primeiro requisito que o candidato que quer ocupar sua chapa majoritária deverá cumprir – não apoiar a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL), seja no tocante a vaga de vice seja para o Senado Federal.

“Nós não poderemos aceitar na chapa um candidato a vice ou ao Senado defendendo a reeleição do presidente atual, não tem como. Não pode estar na chapa”, avisou.

A mesma condição, no entanto, não se estenderá à chapa proporcional. De acordo com o governador, o requisito valerá apenas para composição majoritária.

“Muita gente entendeu que eu não queria o apoios, que eu estava dispensando apoios, e eu disse que não tinha problema nenhum com apoio de quem quer que seja. Quantas vezes na Paraíba você teve coligações em que os deputados apoiaram candidatos diferentes a presidente da República? Isso é uma decisão de cada candidato”, avisou.
João ainda reforçou que a tese de duas candidaturas ao Senado na chapa majoritária é carta fora do baralho. “Todo mundo que está nessa disputa sabe que a chapa majoritária será composta por um governador, um vice e um senador. Não há como prometer diferente. Duas candidaturas se tornam incoerente”, completou.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dois × 5 =