Resumão

O Japão venceu a Alemanha, por 2 a 1, em uma virada histórica na estreia das seleções pela Copa do Mundo no Catar. Os alemães, portanto, voltam a sofrer diante de uma equipe asiática – após a derrota para a Coreia do Sul, que valeu a eliminação precoce no Mundial de 2018. No estádio Khalifa, Gündogan abriu de pênalti pela Alemanha, enquanto Doan e Asano fizeram os gols da virada.

  • Como fica

    O Japão assume a liderança do Grupo E com três pontos, enquanto a Alemanha está em último – porque Espanha e Costa Rica ainda se enfrentam nesta quarta-feira. No domingo, o Japão enfrenta a Costa Rica, e a Alemanha encara a Espanha. Veja a tabela da Copa do Mundo

  • Asano: o nome da virada

    As alterações do técnico Hajime Moriaysu foram decisivas para o resultado, principalmente com a entrada de Asano – que balançou as redes para marcar o segundo gol do Japão e garantir a primeira virada do país em Copas do Mundo.

    Show de Gonda

    Apesar do pênalti sofrido, Gonda marcou presença dentro de campo com uma sequência de quatro defesas que impediu a Alemanha de ampliar o placar – frustrando as tentativas de Musiala e Gnabry.

    Gündogan: o primeiro e único da Alemanha

    Em meio aos 11 remanescentes do Mundial de 2018, Ilkay Gündogan fez as honras ao abrir o placar para integrar a lista dos donos dos primeiros gols da Alemanha em Copas. De pênalti, fez 1 a 0 sobre o Japão, no 13º gol dele neste ciclo pós-Rússia. Não foi o suficiente, contudo, para garantir a vitória.

    Maeda e Havertz frustrados

    O duelo ainda teve dois gols anulados por impedimento, de Maeda pelo Japão, e Havertz pela Alemanha – ambos no primeiro tempo, aos sete e 48 minutos respectivamente.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

onze − 3 =