Apesar de ser um dos países com melhor controle da pandemia do novo Coronavírus no mundo, o Japão considera limitar a capacidade de público dos Jogos Olímpicos de Tóquio, adiados para julho deste ano, a fim de reduzir o risco de contágio por Covid-19. A decisão deve ser divulgada até abril.

A ideia de limitar em 50% a capacidade das arenas foi divulgada pelo jornal japonês Sankei. Com isso, locais como o estádio olímpico, teriam capacidade reduzida a 20 mil pessoas.

Além disso, o Japão deve barrar a entrada de torcedores estrangeiros. Apesar de não haver uma decisão a esse respeito. Para o governo japonês será “difícil” permitir a entrada de pessoas de outros países para assistir aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

Outro ponto a ser decidido é quanto à limitação do número de membros das delegações, sendo todos submetidos a testes da Covid-19 antes da viagem e no embarque. A imprensa local aponta que cada governante terá direito a uma comitiva de apenas 11 pessoas.

A organização mantém a intenção de realizar a Olimpíada este ano, já que já foi adiada do ano passado. E embora o número de casos no país seja baixo em comparação com outros países, algumas cidades como Tóquio ainda estão em estado de emergência e o país enfrenta uma terceira onda da pandemia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

oito − 7 =