O Ministério da Educação (MEC) recebeu nesta sexta-feira (4) um pedido de representantes de instituições de ensino superior e técnico, público e privado para flexibilizar a Portaria nº 1.030/2020 que determina o retorno das aulas presenciais nas instituições de ensino superior a partir de 4 de janeiro de 2021. O pedido foi feito em uma reunião com o ministro da Educação, Milton Ribeiro

O documento foi publicado na quarta-feira (2). O presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais do Ensino Superior (Andifes), Edward Madureira, participou da reunião e destacou preocupações dos dirigentes de universidades públicas.

“É preciso deixar claro que concordamos com as aulas presenciais desde que tenhamos condições de realizar um retorno com segurança. Precisamos ver um número decrescente de casos de covid-19 e também ter a garantia de condições materiais para sustentar os protocolos de segurança”, alerta.

A Andifes está preocupada com os gastos de instituições de ensino superior públicas para cumprir as medidas de prevenção a covid-19, uma vez que os recursos das universidades poderão diminuir em decorrência do corte no orçamento do MEC de R$ 1,4 bilhão, aprovado pelo Congresso Nacional em 4 de novembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

11 + 6 =