Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Após oito meses de funcionamento, o Complexo Covid-19 do Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, está encerrando as atividades. A medida se justifica pela redução dos casos de covid-19 com o avanço da vacinação e a concentração dos pacientes no Hospital Clementino Fraga.

A unidade hospitalar abriu a área de tratamento para pacientes diagnosticados com o novo coronavírus em fevereiro, todos regulados pela Secretaria de Saúde do Estado. Durante o funcionamento das atividades no Complexo foram realizados quase 700 atendimentos de pacientes em estado de saúde grave ou moderado. Mais de 400 altas hospitalares e cerca de 400 atendimentos ambulatoriais no egresso.

Segundo o diretor geral do hospital, Laecio Bragante, o sucesso na recuperação dos pacientes se deve ao empenho da equipe multiprofissional que sempre esteve na linha de frente de combate à doença, levando assistência segura aos internados. “Todos os profissionais estão com a sensação de dever cumprido, pois fizemos sempre o nosso melhor. Montamos uma estrutura externa para comportar a área administrativa da instituição, com isso conseguimos destinar o primeiro piso da unidade para leitos Covid-19. Tudo com muito amor e responsabilidade com os nossos pacientes e funcionários”, explicou.

Número de leitos – O Complexo Covid-19 contou com Unidade de Tratamento Intensivo – UTI, com 30 leitos e 70 leitos de Unidade de Decisão Clínica, funcionando 24 h por dia.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

15 − um =