A capital paraibana está consolidada no mapa do ciclismo nacional. Na manhã deste domingo (23), a cidade recebeu mais de 300 atletas de 10 estados brasileiros para disputar a segunda edição da Gran Fondo João Pessoa, prova de longa distância que é sucesso na Europa.

“Estamos consolidando João Pessoa como a capital do esporte saudável. Estamos apoiando diversas modalidades e essa, sem dúvida, é uma que se destaca, já que em todo o país existem apenas três provas. Teremos muitos eventos para incentivar a prática esportiva e divulgar a cidade”, afirmou o prefeito Cícero Lucena, que deu a bandeirada inicial para a prova às 6h no Busto de Tamandaré.

A corrida foi iniciada com uma volta simbólica pela orla do Cabo Branco, mas a disputa oficial começou apenas na Estação Ciência, com percursos que se estendiam pela PB 008. Foram realizadas duas provas: a longa, com percurso de 119 km, e a curta, de 81km.

A categoria principal foi vencida pelo potiguar Roberto Silva, que completou o percurso em 2h56min, e pela brasiliense Daniela Aquino, que cruzou a linha de chegada depois de 3h12min. Todos os resultados podem ser conferidos no endereço eletrônico.

Daniela, que ficou em segundo lugar na Gran Fondo Brasília este ano, disse que a prova em João Pessoa é desafiadora pelo clima. “O calor e o vento não ajudam, mas consegui seguir um pelotão, caí, levantei e continuei. As meninas são muito fortes e tive que lutar”, contou.

Roberto destacou a qualidade da organização. “Impecável. Os pontos de hidratação foram colocados em locais bastante estratégicos, boa sinalização. Não é fácil organizar um evento deste nível. Participo pela primeira vez e com certeza voltarei no ano que vem para defender meu título”, afirmou.

Organização

Rômulo Lazzaretti, um dos organizadores do evento, afirmou que a prova deste ano superou a edição inicial. “Somos muito gratos à Prefeitura por entender que esta é uma proposta de saúde, de esporte, e queremos manter essa parceria por muito tempo”, disse.

O secretário municipal da Juventude, Esporte e Recreação, Kaio Márcio, confirmou a realização da terceira edição em 2023. “Tivemos um recorde de participantes, o que demonstra a aceitação da competição. João Pessoa é a única cidade do Nordeste a sediar a prova e isso atrai participantes de todos os estados, o que é importante para nós”, destacou.

Ainda participaram da organização a Secretaria Municipal de Saúde, que disponibilizou equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para garantir reação rápida em caso de acidentes, e da Superintendência de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP), que garantiu a segurança viária com a realização de bloqueios, desvios e do monitoramento do trânsito durante toda a corrida e em todo o percurso.

CLICKPB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro × 3 =