Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

O governador João Azevêdo, defendeu a redução de eventos abertos para shows de Réveillon na Paraíba. Segundo ele, as festas públicas são difíceis de controlar e, por tanto, inviáveis para o cenário atual da pandemia. A avaliação foi feita em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta terça-feira (23).

“Nós temos dois tipos de evento. Evento fechado, você tem uma porta de entrada e uma de saída. Você tem a possibilidade de exigir o passaporte. Você pode ter controle. No entanto, uma festa aberta não há a mínima possibilidade de controlar”, analisou.

Ainda segundo ele, diversos gestores de cidades já suspenderam as festas que estavam previstas depois da retomada de casos. Ele citou a cidade de Cabedelo e outras da região do Litoral. “Há uma certa tendência de alguns municípios do litoral de evitar essa festa do Réveillon. Temos que entender que ainda não vencemos a pandemia”, destacou.

Ele lembrou ainda que o estado ainda não atingiu a meta da vacinação de duas doses contra a Covid-19. “Nós ainda não atingimos um patamar de sistema vacinal completo com as duas doses, que nos dê essa possibilidade de relaxar. Eu acho que ainda é cedo se discutir réveillon e carnaval”, disse em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta terça-feira.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dez + 20 =