O Paraná terá “toque de recolher” a partir desta quarta-feira (2). Em função do aumento de casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), assinou um decreto (6.284/2020) no qual fica estabelecido um limite de horário para circulação de pessoas em vias públicas. O chamado “toque de recolher” será das 23 horas até as 5 horas. O prazo de vigência é de 15 dias, prorrogáveis ou não.

Apenas serviços essenciais, como saúde e segurança pública, ficam liberados da restrição. As atividades essenciais são aquelas definidas pelo decreto 4.317, de 21 de março de 2020 (veja lista ao fim da matéria).

De acordo com o governo estadual, a Polícia Militar do Paraná vai “ampliar a fiscalização, reforçando o trabalho das guardas municipais”. A ideia seria “coibir aglomerações, principalmente aquelas com consumo de bebidas alcoólicas”. O foco são jovens que têm se reunido em bares, festas e casas noturnas, pontua o governo estadual.

“A situação é muito grave. Precisamos deste toque de recolher para quebrar a velocidade de transmissão do vírus. E conscientizar as pessoas para que fiquem em casa. Quem pode, precisa respeitar o isolamento e o distanciamento social”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, à Agência Estadual de Notícias, órgão oficial de comunicação do governo paranaense.

Desde o início da pandemia até aqui, o Paraná soma 282.645 casos de pessoas infectadas e 6.160 mortes em decorrência da Covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

onze − sete =