Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Durante uma reunião com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, nesta quinta-feira (25), o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, pediu união contra a realização de “mega eventos” como Réveillon e Carnaval no país, conforme acompanhou o ClickPB.

“A tendência a partir de agora é que nós tenhamos uma congruência de opiniões no sentido de tentar evitar o Réveillon e o Carnaval, esses mega eventos com grandes aglomerações. São, com certeza, eventos de contaminações grosseiras da nossa população. Acho que todos nós temos que estar unidos em tomar essas medidas”, disse.

Procurado pelo portal, o secretário informou que quer evitar o recrudescimento da pandemia de Covid-19 na Paraíba e tomou como exemplo a “decisão precipitada” dos Estados Unidos e de países da Europa que desobrigaram o uso de máscaras e voltaram a ter alta de óbitos e novos casos de pessoas diagnosticadas com o vírus.

“Os Estados Unidos estão com 1.700 mortes diárias e 120 mil casos novos diários justamente porque a sua população não se vacinou no nível ideal e também por conta do ‘libera geral’ que foi adotado precipitadamente com a retirada de máscaras e a ocupação de bares, restaurantes, shows e espaços públicos em sua totalidade”, explicou.

As prefeituras de João Pessoa, Cabedelo, Bayeux, Santa Rita e Conde devem se reunir até a próxima semana com o Governo do Estado para definir as medidas de combate à pandemia de Covid-19 para o mês de dezembro, já que o atual decreto estadual tem validade até a próxima terça-feira (30).

Conforme apurou o ClickPB, prefeitos da Paraíba têm divergido na aplicação de tais medidas: no sertão, José Aldemir, prefeito de Cajazeiras, já declarou que a cidade não vai ter qualquer comemoração de Ano Novo ou Carnaval, enquanto que em João Pessoa, o prefeito Cícero Lucena já garantiu festas de Réveillon de forma descentralizada, além de torcer para a liberação do Carnaval.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

16 − 14 =