O Secretário Estadual da Saúde, Geraldo Medeiros, classificou na manhã desta quarta-feira, 18, como “precipitada” a ampliação de público em eventos. Medida adotada pela Prefeitura Municipal de Campina Grande, que liberou eventos com 300 pessoas e que passa a valer a partir de hoje.

De acordo com o secretário é preciso ter cautela e não “liberar geral”.
“Atitude precipitada, os gestores
precisam entender e seguir as orientações das autoridades sanitárias. Há necessidade de coerência, prudência e cautela, estamos prestes a vencer essa guerra mas, se tomarmos medidas intempestivas, como ocorreu em alguns países  a exemplo de Israel, onde após 60% de vacinação foram retirados as máscaras, resultando na volta da contaminação, principalmente pela variante delta, podemos estar expostos também”, relatou.
De acordo com o secretário, eventos com aglomeração representam perigo para população.
“Não ha espaço para expectadores em campo de futebol e eventos com aglomeração, com pessoas ingerindo bebida alcoólica, falando alto, gritando e cantando, esse é o ambiente propício a propagação da variante Delta. Os gestores precisam ter a consciência de não adotar o libera geral”, alegou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 × 1 =