Cientistas da Universidad Mayor de San Andrés (UMSA), na Bolívia alertaram para o desaparecimento da geleira Tuni, mais rápido do que o inicialmente previsto. com isso, a escassez de água que já atinge a capital La Paz, a 60km de distância, deve se agravar. As informações são da Reuters.

Os cientistas monitoram Tuni e outras geleiras regionais e apontaram que o glaciar, ante extenso, agora foi reduzido a apenas 1km². O desaparecimento era previsto para 2025, agora é iminente.

“Todo esse setor já foi coberto de gelo”, disse o glaciologista Edson Ramírez. Em grande parte do antigo caminho da geleira, agora há apenas restos de rocha, expostos pela primeira vez em séculos.

Os especialistas afirmam que a geleira está recuando desde a Pequena Era Glacial, quando enormes campos de gelo cobriram muitas montanhas andinas, mas a rápida mudança no clima acelerou o processo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

cinco × 5 =