Xô, zica! Após ter sofrido com lesões que tiraram estrelas do time da Copa do Mundo, a França goleou a Austrália de virada, por 4 a 1, no encerramento da primeira rodada do grupo D, nesta terça-feira (22).

Com gols de Rabiot, de Giroud (2 vezes) e do craque do time, Kylian Mbappé, os atuais campeões do mundo começam a competição no Catar com o pé direito. A Austrália marcou com Goodwin, mas não conseguiu manter o ritmo, e viu os franceses a atropelarem.

Ao fim da primeira rodada, a França está isolada na liderança do grupo D, com três pontos. Tunísia e Dinamarca estão empatadas com um ponto, mas o time árabe fica na frente pelos critérios de desempate. Os Socerroos, como a seleção australiana é carinhosamente apelidada, está na lanterna, sem pontuar.

O jogo

Os primeiros 45 minutos da partida foram eletrizantes.

A Austrália começou melhor, com uma forte compactação defensiva o comando do veterano Aaron Mooy nas ações do meio-campo.

E, logo aos nove minutos, os australianos resolveram aprontar. Em um belo lançamento vindo da defesa, Mathew Leckie dominou com categoria, deixou o marcador francês e cruzou a área, onde encontrou Craig Goodwin sozinho, que fuzilou as redes de Lloris.

Para “melhorar” ainda mais a vida dos franceses, o lateral titular, Lucas Hernández, teve de ser substituído logo após o lance, pois sentia fortes dores no joelho.

Os atuais campeões do mundo, por sua vez, não se abateram. Pouco depois do gol tomado, o time cresceu, mas ainda era muito dependente de Mbappé nas ações ofensivas, quase sempre pelo lado esquerdo do campo.

Aos 27 minutos, Theo Hernández, irmão de Lucas, que saiu lesionado, cruzou uma bola com maestria para a área e encontrou Rabiot livre de marcação para empatar a partida.

Já nervosa, a Austrália resolveu brincar na saída de bola em um tiro de meta. Mbappé, com toda a esperteza, roubou a bola; Rabiot completou a interceptação e encontrou Giroud sem marcação e com o gol aberto.

Em cinco minutos, a França colocou panos quentes na partida e empurrou a zebra. Nos acréscimos, porém, ainda houve tempo para que os australianos assustassem os adversários e quase empatassem o jogo, após uma cabeçada na trave de Jackson Irvine.

Na etapa complementar, os Bleus fizeram uma partida de segurança. Não deram espaço para os rivais, que pouco perigo ofereceram durante os 45 minutos finais.

Após ter pecado nas finalizações durante o jogo, a estrela Mbappé enfim desencantou e marcou o primeiro gol dele nesta edição da Copa — chegando a cinco gols em sua carreira em Mundiais.

O terceiro gol, marcado aos 23 minutos, veio após uma bela jogada individual de Dembelé, que puxou a marcação e encontrou o espaço para cruzar com maestria para Mbappé guardar.

Três minutos depois, o camisa 10 francês retribuiu o presente, mas agora para Giroud. Novo cruzamento, novo gol de cabeça, para fechar o caixão.

Do lado australiano, as notícias animadoras vieram dos bons momentos durante a primeira etapa, em que a equipe conseguiu desempenhar um bom futebol.

A França liga o alerta após a lesão de Lucas Hernández, que saiu de maca do campo. Perder mais um jogador após os cortes de Benzema, Nkunku, Kanté, Pogba e Kimpembe seria um desastre. No entanto, a seleção mostrou ter uma escalação inicial muito forte, que a posiciona como uma das favoritas para mais um título.

Próximos jogos

Na segunda rodada do Grupo D, a seleção da França entra em campo contra a Dinamarca, no sábado (26), às 13h (de Brasília), no estádio 974. Os australianos enfrentam a Tunísia, também no sábado, às 7h, no estádio Al Janoub.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dez − 8 =