O secretário de Estado da Saúde (SES-PB), Geraldo Medeiros, durante entrevista nesta terça-feira (15), classificou como falha de digitação os dados do relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) que aponta 17.943 paraibanos tomando doses repetidas da vacina contra à Covid-19. Ele afirmou ainda que a pasta não foi notificada sobre o ocorrido.

Outras desconformidades como CPF inválido, domicílio divergente do munícipio, idade diferente da Receita Federal, vacinados de menor de idade, falecidos e pessoas fora do grupo etário também foram apontados no relatório. Geraldo afirmou que existe um banco de dados preenchido pelas secretarias municipais e que as informações são repassados ao Programa Nacional de Imunização (PNI).

Isso é erro de digitação. Ele pode ter ocorrido ou das secretárias municipais de Saúde ou até mesmo do PNI que recebe a informação. Mas na maioria é a alimentação e digitação do sistema integrado no PNI que acarreta esse erro e à medida que a nossa Secretaria vai tomando conhecimento, vamos tentando retificar”, explicou o secretário de Estado da Saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 × 4 =