O secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha, defendeu uma tese polêmica nesta terça-feira (21), durante entrevista ao jornalista Anderson Soares, na Rádio CPAD FM (96.1). O secretário criticou as pessoas que resistem à vacinação e sugeriu que os “negacionistas” assinassem um termo de anuência para arcar com as despesas hospitalares, caso sejam infectadas pela Covid-19 e necessitem de internação na UTI.

Fábio Rocha revelou que os custos, diários, com cada internação de pacientes com a Covid, na UTI, giram em torno de R$ 4 a R$ 5 mil. Na avaliação do secretário, não é justo o governo pagar caro, oferecer vacinas gratuitas e parte da população não se vacinar.

“Eu proponho que a pessoa assine um termo de anuência dizendo que não quer ser vacinar, agora, também se você adoecer, vai arcar com as despesas hospitalares que giram em torno de R$ 4 a R$ 5 mil por dia, na UTI. Não é justo você ter uma vacina de graça e não se vacinar. A gente tem que entender que isso não é uma coisa ditatorial, como se especulam, isso é questão de sobrevivência”, defendeu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quinze − oito =