Aos 66 anos, Rita Cadillac criou um perfil no site de conteúdo adulto pago Only Fans. Em papo com o UOL, a ex-chacrete conta que recebia pedidos para postar fotos “mais picantes” nas redes e decidiu atendê-los quando o dinheiro para dar conta do aluguel e outros compromissos apertou. Rita, que recorreu ao auxílio emergencial de R$ 600 do Governo Federal em meados de 2020, está sem trabalhar, mas se diz feliz por estar com saúde em meio à pandemia.

“Os fãs pediam fotos mais picantes nas redes, mas eu não publicaria isso no Instagram. Também não ia fazer foto picante de graça. Como trabalhar está difícil, decidi fazer. Meu perfil tem fotos sexy e ousadas, mas nada pornográfico.”

A artista diz que tem se mantido com o dinheiro “de algum merchanzinho”, mas já percebeu que a pandemia vai impedi-la de trabalhar ainda por um bom tempo.

“Eu ainda não vou poder fazer show, teatro ou presença VIP, mas tenho de pagar as minhas contas e meu aluguel. No Only Fans, eu percebi que seria um jeito de ganhar dinheiro, postando o que quero e do jeito que eu quero, sem fazer nada que eu não deseje”, explica.

Isolada em casa, Rita explica que é ela mesma quem produz os cliques — ela já postou 58 fotos na plataforma. Com a experiência de quem já fazia as imagens de seu Instagram, que tem 417 mil seguidores, ela diz que as fotos em si não são problema.

“Não dá trabalho. Eu sempre fiz minhas fotos do Instagram, então é a mesma coisa. Mas, como acabei de abrir a conta no Only Fans, estou aprendendo a mexer. Adoraria abrir a página e ver ’10 mil inscritos'”.

Com bom humor, Rita disse à reportagem que, se alcançar 5 mil inscritos do perfil, considerará fazer sua primeira tatuagem no corpo para comemorar. Ela afirma, no entanto, que não acompanha o número de assinantes.

“Não fico olhando porque não quero ficar ansiosa”, explica.

A artista acredita que, ao posar nua aos 66 anos, seu trabalho serve de inspiração para que outras mulheres olhem para os próprios corpos de forma mais positiva.

“Comecei a postar fotos mais sensuais no Instagram principalmente para as mulheres. Muitas têm vergonha do corpo porque se acham velhas, gordinhas ou muito magras. Quis mostrar que é você quem tem de se sentir plena. Muitas me agradecem, mandam mensagens”, diz.

Durante a pandemia, Rita conta que está tendo o máximo de zelo para não pegar o coronavírus.

“Tem um mantra que repito todos os dias: não tive, não tenho e não vou ter [covid-19]. Eu me cuido muito. O máximo que faço é andar sozinha com meu cachorro. Não estou trabalhando, mas estou feliz por estar com saúde.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

10 + dezessete =